Linhas de Defesa

Linha de Defesa

Se o nosso país entrar em guerra, chamaremos os militares.

Para resolver o problema da violência urbana, chamamos a polícia.

Agora, com a nossa sociedade em COMA, a quem devemos CHAMAR?? Errou aquele que pensou nos MÉDICOS, acertou aquele chamou os professores!!

Sim, os professores são uma das principais linhas de defesa desta sociedade, são eles que têm o remédio que pode fazer esta sociedade despertar deste COMA coletivo, são eles, que através do uso da PALAVRA DE CONHECIMENTO E SABEDORIA, injetam a dose específica do saber, pelas vias auditivas dos adormecidos, levando-os ao DESPERTAR!! Por conta de possuírem este PODER de CURA, é que estes profissionais vêm sendo BRUTALMENTE atacados em todos os níveis de governo!!

Os professores sofrem ataques/retaliações constantemente, nem quero discutir aqui o desrespeito rotineiro por parte de alguns alunos e de muitos pais, falo das ações engendradas nos gabinetes oficiais, estas têm como principal objetivo DESTRUIR o ânimo (a alma) dos professores, uma pessoa desanimada é alguém sem brilho, sem vida, alguém que perdeu sua essência, sua raiz, nesta situação os profissionais da educação não têm condições de cumprirem seu papel e a sociedade permanecerá dormindo, corações e cérebros funcionando com a ajuda dos aparelhos de televisão.

Olhemos o que aconteceu, ou melhor, acontece agora no Rio de Janeiro, o governador e alguns prefeitos, apoiados por seus asseclas (das respectivas casas legislativas), votam e aprovam leis que retiram dos professores direitos e impõem gravíssimas restrições.

No Rio de Janeiro, podemos perceber que uma das principais universidades do país está jogada as traças, a UERJ hoje não é nem de longe sombra do que já foi; a FAETEC também foi sucateada, as escolas tradicionais já vêm sofrendo há anos, faltam professores, pessoal de apoio e a estrutura nunca foi, repito nunca foi a adequada, contudo os professores estão aí resistindo, resta saber até quando eles vão aguentar. O que dizer das escolas da rede municipal (pensem em todas as prefeituras do nosso Estado)? Os exemplos mais emblemáticos vêm de Belford Roxo e Duque de Caxias, os prefeitos destas cidades agem como se estivessem acima do bem e do mal, na primeira, muitos professores foram exonerados aleatoriamente, aqueles que estão na ativa, recebem os seus salários atrasados e com desconto que ninguém explica; na segunda( Caxias), o prefeito está tentando retirar direitos adquiridos dos profissionais da educação, para tal, não faz cerimônia quanto ao uso da força ( canetas e armas).

O ataque aos professores, não é exclusivo aos professores, é um ataque a sociedade como um todo e isso as pessoas precisam entender. Acabar com a educação pública é a garantia da manutenção desta estrutura social perversa, desleal e desumana.

 

obs: a imagem que ilustra o artigo foi retirada da internet, usamos o Google como fonte de pesquisa, isso no dia 04/08/2017 por volta das 8:05h da manhã!!